Embora o SOS Abelhas sem Ferrão tenha se originado na cidade de São Paulo-SP, encontramos diversos apoiadores Brasil a fora. As extensões fazem em suas regiões o mesmo trabalho que fazemos na matriz, levando a população o conhecimento sobre as abelhas sem ferrão, conscientizando sobre sua importância e resgatando enxames em risco.
Conheça aqui as extensões do SOS Abelhas sem Ferrão.

A cidade de Guaxupé-MG que tem abelha no nome e no brasão, não poderia deixar de ter uma extensão do SOS Abelhas sem Ferrão. Tudo graças ao empenho do jovem meliponicultor e estudante de meio ambiente Gustavo Viana Teixeira.
Contato: guaxupe@sosabelhassemferrao.com.br

São José do Rio Preto é a primeira extensão do SOS Abelhas sem ferrão no Interior do estado de São Paulo e estamos muito orgulhosos disto. Quem está a frente desta extensão é o amigo Gleisson, que é dentista e apaixonado pelas abelhas sem ferrão. Contato: sjrp@sosabelhassemferrao.com.br

O Paulo Wilson Navarro é o responsável pela extensão SOS Abelhas sem Ferrão em General Salgado- SP. Com grande experiência em educação ambiental, agricultura familiar, é mais um apaixonado pelas abelhas sem ferrão que luta pela sua preservação.
Contato: gs@sosabelhassemferrao.com.br

A extensão Jacupiranga -SP é administrada pelo Jorge Diogo, Vice Presidente da SOS Abelhas sem Ferrão, que há vários anos já atua com educação ambiental e resgate de abelhas em situação de risco, além de ser um grande promotor da meliponicultura em todo o Vale do Ribeira.

A extensão Boa Esperança do Sul é coordenada por José Prestes de Oliveira e seu filho José Roberto Poso Vollet,  onde a proteção das abelhas nativas sem ferrão é tratada com muito carinho, fazendo parte da dinâmica da família.

No Circuito das Frutas, no interior paulista , fica a Extensão Vinhedo do SOS Abelhas sem Ferrão administrada pelo jovem meliponicultor e estudante de Engenharia Florestal Gabriel Sterzeck Vittori , outro grande apaixonado pelas abelhas sem ferrão, e que é responsável por muitos resgates na sua região e faz com enorme carinho as palestras falando da importância e preservação das abelhas sem ferrão em sua cidade.
Contato: vinhedo@sosabelhassemferrao.com.br

Extensão de Paraguaçu Paulista administra por Renaldo Serodio apaixonado por asf com 12 anos de experiência na luta pela preservação das espécies e trabalho didático com crianças. Já conquistou vários adeptos que estão fascinados com nossas abelhas.

Em Palmas (TO) a capital mais jovem do país também tem extensão da SOS Abelhas sem Ferrão.
Coordenada pela estudante de Eng. Ambiental Angela Jemmima que busca a mudança através da conscientização da população.

O Osmar Diz é Engenheiro Agrônomo e apaixonado por abelhas, é também meliponicultor e coordenador da extensão da SOS Abelhas sem Ferrão em Campinas SP, se dedicando principalmente a educação ambiental, extensionismo rural e divulgação da meliponicultura.